SAP Analytics Cloud: como dar seus primeiros passos

Publicado em
Por Gian Carvalho
Close-up,Image,Of,Male,Hands,Working,On,Laptop.,Business,Management

A análise de dados se tornou uma prioridade entre empresas dos mais variados portes e segmentos. O uso de tecnologias como a SAP Analytics Cloud atende exatamente essa necessidade e permite que o usuário tenha uma experiência mais eficiente e descomplicada.

Hoje, vamos ensinar como dar seus primeiros passos na plataforma e iniciar a exploração dos dados. Vamos nessa!

O que é o SAP Analytics Cloud?

O SAP Analytics Cloud é uma solução analítica que combina inteligência empresarial (BI), análise aumentada por inteligência artificial (AI) e planejamento preditivo para ajudá-lo a tomar decisões estratégicas suportadas pelos seus dados.

Com empresas voltadas para uma cultura guiada por dados, obtê-los de maneira simples e fácil é o sonho de todos e isso já é realidade. Em outras palavras, você poderá explorar, analisar, visualizar e reportar dados em uma única plataforma.

Como registrar uma conta trial?

Um dos pontos mais interessantes do SAP Analytics Cloud é que ele permite que você teste antes de adquirir. Para isso, basta que você registre uma conta trial e usufrua do serviço por até três meses.

Durante esse tempo, o usuário poderá testar as funcionalidades e conferir na prática tudo que o SAP Analytics Cloud pode oferecer para a empresa aproveitar o melhor na análise de dados.

Passo a passo para registrar uma conta no SAP Analytics Cloud:

Para acessar a plataforma, você precisará de uma conta registrada na SAP.com. Se você já possui uma conta, pode seguir para o segundo passo. Caso contrário, siga as orientações a seguir.

Criando a sua conta na SAP

1 – ​​Acesse a página SAP.com e selecione o ícone destacado no canto superior direito

2 – Preencha os campos com as suas informações pessoais e selecione o botão “Enviar”.

3 – Verifique o seu e-mail para ativar a sua conta na SAP.com.

4 – Selecione o botão “Click to activate your account” no e-mail recebido pela SAP para ativar a sua conta

5 – O e-mail irá redirecioná-lo ao site da SAP.com. Finalize o seu cadastro de sua conta preenchendo as informações na tela.

6 – Você será redirecionado à tela de Log On. Preencha o campo com o seu e-mail cadastrado e em seguida selecione o botão “Continue“.

7 – Preencha a sua senha cadastrada e selecione o botão “Sign in

8 – Pronto! A sua conta na SAP.com foi cadastrada e ativada com sucesso

Registar para o teste do SAP Analytics Cloud

1 – Acesse a página do SAP Analytics Cloud

2 – Na página inicial do SAP Analytics cloud, selecione o botão “Start your free trial“.

3 – Verifique o seu e-mail para prosseguir com a ativação da sua conta de testes do SAP Analytics Cloud.

4 – Selecione o botão “Activate Account” no e-mail recebido pela SAP para ativar a sua conta.

5 – No e-mail recebido pela SAP, selecione o botão “Activate Account”. Você será redirecionado novamente para o site do SAP Analytics Cloud.

6 – Preencha as suas informações e senha e selecione o botão “Save“.

7 – Pronto! A sua conta está ativada. Selecione o botão “Continue“.

Principais funcionalidades

Logo após criar a conta, já é possível fazer o teste na plataforma SAP Analytics Cloud com os seus dados. Se preferir, poderá navegar em português seguindo essas orientações:

1 – Selecione o botão “Profile Settings” no canto superior direito para acessar as configurações gerais da conta.

2 – Selecione o botão “Edit” para editar as suas preferências.

3 – Altere as preferências conforme a imagem para alterar o sistema para o padrão em português do Brasil.

Aprenda como criar a sua primeira história

O SAP Analytics Cloud utiliza um conceito de “Histórias” para a visualização de dados. Elas representam dashboards e relatórios que possibilitam a estruturação dos seus dados de uma “história” do seu negócio.

Para te mostrar como isso pode ser feito, criaremos uma história com dados fictícios de vendas de artigos para ciclismo.

Primeiro passo: criando uma história

1 – Selecione o botão “Crie sua primeira história” na tela inicial do SAC.

2 – Você será redirecionado a página de histórias. Clique no botão “Responsiva”.

3 – Na tela “Selecione o tipo de modo de design”, selecione a Experiência de design clássico e clique no botão “Criar”.

Segundo passo: importando dados

Para criar uma história, o primeiro passo é possibilitar o acesso aos dados. Os dados podem estar registrados em uma planilha, banco de dados, aplicação na nuvem ou em solução on-premise: o SAP Analytics Cloud pode ser conectado a todas essas opções.

Nesse exemplo, iremos carregar uma planilha simples contendo os dados fictícios de vendas de artigos para ciclismo.

1 – Nessa etapa você poderá escolher se a importação será através de um arquivo, via uma conexão ou utilizando dados de modelos pré-existentes no SAP Analytics Cloud. Para isso, selecione o botão “Dados” no canto superior esquerdo.

2 – Selecione o botão “Dados carregados de um arquivo”.

3 – Selecione o botão “Selecionar arquivo de origem” e escolha qual arquivo você gostaria de importar para a análise.

4 – Defina em qual aba da planilha a sua tabela está localizada e selecione o botão “Importar”. Certifique-se de escolher a opção “Usar a primeira linha como títulos de coluna”.

5 – Veja como ficará a base de dados importada no SAP Analytics Cloud:

Assim que o SAP Analytics Cloud tiver acesso aos seus dados, você verá no painel do lado direito que eles foram classificá-los automaticamente como “Medidas” ou “Dimensões”. Para garantir que tudo esteja correto, é recomendado que você revise todos os dados para garantir que medidas e dimensões foram corretamente identificadas.

  • MEDIDAS → São valores numéricos que suportam cálculos matemáticos como “Total de Vendas”, “Número de Ordens” ou “Quantidade”
  • DIMENSÕES →  São valores descritivos (podem ser numéricos ou texto) como “Nome do Produto”, “Data”, “Nome do Cliente”.

Neste exemplo, nós precisaremos ajustar duas colunas: “Quantidade” e “ItemOrdemVenda”. Para ajustar dimensões e colunas, selecione o botão “” no menu com a opção “Modificar para uma medida”, conforme abaixo:

Quando a base de dados for classificada corretamente, estará desse jeito:

Terceiro Passo: como visualizar seus dados com gráficos

Após o ajuste semântico das colunas, é possível contar a “história” dos dados. Nós iremos agora explorar e visualizar os dados com gráficos e tabelas. Para isso, mude para o modo de “Exploração de dados” selecionando o ícone do menu superior:

No modo de “Exploração de Dados”, é possível avaliar e explorar as medidas e dimensões.

Esse modo apresenta uma tela dividida horizontalmente com os seus dados no painel superior e uma área para visualização no painel inferior. Quando o usuário seleciona medidas e dimensões, a visualização no painel inferior será atualizada em tempo real. Quando você estiver satisfeito com o resultado, já poderá copiar a visualização para a história.

Veja como criar uma visão do total de vendas por categoria de produto e país.

1 – Clique no botão “Mostrar Dimensões” e em seguida a opção “Mostrar tudo” para habilitar a seleção de todas as dimensões na análise.

2 – Selecione a Medida “ValorVenda”. Na parte inferior da tela, você irá verificar que os indicadores serão atualizados dinamicamente a partir dos campos selecionados. Nesse momento, como apenas a medida “Valor Venda” foi selecionada, o indicador apresenta o valor total das vendas.

3 –  Selecionar uma dimensão irá contextualizar os dados. No exemplo acima, a seleção da dimensão “ClientePais” irá atualizar o indicador com o total de vendas divididos pelo país de residência do cliente. Dessa forma, o indicador do total de vendas (medida) foi atualizado e segregado por país de residência do cliente (dimensão).

4 – Para trazer mais clareza ao indicador, as barras foram ordenadas de maneira decrescente (botão “” > Ordenar > ValorVenda > Decrescente).

5 – Confira como fica o indicador de total de vendas por país ordenado de maneira decrescente:

6 – É possível adicionar novas medidas e dimensões a um indicador para enriquecer a análise. No exemplo, a dimensão “CategoriaProduto”, que classifica a categoria do produto vendido, foi selecionada. Além da segregação por país de residência do cliente, agora o indicador também demonstra a parcela no valor das vendas referentes às categorias (Bikes (bicicletas), Acessories (acessórios), Clothing (roupas)) em cada país.

7 – Após concluída a construção do indicador, podemos adicioná-lo à nossa história. Para isso, você poderá selecionar o botão “Copiar para Página 1”.

8 – Veja como fica o gráfico adicionado à história:

9 – Os indicadores podem ser manipulados, filtrados e redimensionados na visão de história.

10 – Para adicionar novos indicadores, retorne à tela de exploração de dados clicando no botão “Dados” do menu superior.

Aprenda como criar um gráfico de vendas mensais

Para demonstrar como criar um gráfico de vendas por mês, vamos selecionar a categoria “produto” como exemplo:

1 –  Para o segundo indicador, a medida “ValorVenda” e as dimensões “CategoriaProduto” e “DataVenda” foram selecionadas. Com isso, um indicador demonstrando o valor total das vendas no mês, segregadas por categorias de produtos, é criado automaticamente.

2 – É possível alterar qual o contexto temporal da agregação no botão destacado (dados históricos agregados por ano, trimestre ou mês).

3 – De forma análoga ao indicador criado anteriormente, o gráfico foi adicionado à história.

Criando uma visão total de vendas

Para mostrar como deve ser feito, vamos criar uma visão do total de vendas por categoria de produto e país.

1 – Além de indicadores, é possível agregar os dados em forma de tabela e adicioná-los à sua história. Para esse exemplo, duas medidas, “PreçoUnitario” e “Quantidade”, e duas dimensões, “Produto” e “SubCategoriaProduto”, foram selecionadas. O botão “Tabela” destacado foi selecionado para que o indicador seja apresentado em formato de tabela ao invés de um gráfico. Essa tabela lista os produtos, as subcategorias, o preço unitário, e quantidade vendida.

2 – Selecionando a coluna “PreçoUnitário” com o botão direito, é possível ordenar a tabela de modo decrescente, apresentando os produtos mais caros por primeiro.

3 – Os visuais dos gráficos podem ser alterados. Para dar um aspecto mais leve a tabela, a seleção do botão “” irá apresentar algumas opções para ocultar alguns aspectos do gráfico. Nesse caso, a “Grade” e “Cabeçalhos de colunas/linhas” foram omitidos”. Títulos também podem ser alterados.

4 – Veja como fica o dashboard com os indicadores finalizado:

5 – Além da montagem dos gráficos, é possível criar alguns elementos gráficos para auxiliar a visualização e estética de sua história, como o exemplo abaixo:

Saiba mais

Para conferir mais dicas e tutoriais, basta acessar a comunidade do SAP Analytics Cloud, a documentação de ajuda e o canal do YouTube com mais informações sobre a plataforma.

A Escotta é uma consultoria SAP especializada em automatização de processos, que busca

oferecer soluções aliadas à tecnologia SAP e SAP S/4 HANA que ajudem os clientes a se adequarem à legislação (soluções fiscais) ou a aumentarem a eficiência dos seus processos (soluções de automatização), alavancando a confiabilidade de seus negócios e a melhoria completa de seus resultados. Com a consultoria SAP, a Escotta automatiza os processos, atuando nas diferentes áreas da sua empresa. Desde automação de notas fiscais, recebimento fiscal, cotação de compras, reembolso até serviços de mobilidade.

Converse com um dos nossos consultores e conheça os nossos serviços!

COMPARTILHAR
BRASIL
Curitiba PR • São Paulo SP • Joinville SC
CHILE
Concepción • Santiago
SAP Silver Partner

A ESCOTTA utiliza cookies e outras tecnologias neste website de acordo com a LGPD (Lei 13.709/18) e demais informações da nossa Política de Privacidade.