Como melhorar a eficiência do ERP com inteligência artificial?

Nos siga!

Com o avanço das novas tecnologias e a constante otimização dos processos, a utilização da inteligência artificial passou a ser um recurso cada vez mais empregado para aumentar a eficiência do ERP nas empresas. Mas você sabe como isso se dá na prática?

Neste artigo abordaremos quais são as principais formas de aumentar a eficiência do ERP por meio da inteligência artificial e quais são os benefícios que isso traz. Fique ligado!

Como funciona a inteligência artificial no software ERP?

Por meio de algoritmos e da automatização de processos, a inteligência artificial (IA), na contramão do colocado por grande parte dos filmes de ficção científica, tem se mostrado não ser tão sobrenatural. Muito pelo contrário: diferentemente de sua imagem fantasiosa, tem se mostrado como um recurso bastante prático para a melhoria de diversos sistemas, dentre os quais, os ERP — que já conta com alguns de seus modelos sendo desenvolvidos com extensões nativas de IA.

No entanto, devido a essa prática ainda ser incipiente por parte dos fabricantes, outras empresas estão se destacando por trabalharem exclusivamente na elaboração de extensões de IA. Por meio de algoritmos de inteligência artificial, é possível realizar uma série de modelagens de informações que, quando integradas, possibilitam uma otimização significativa dos sistemas de gestão.

A integração é feita de forma extremamente rápida e atende empresas de diferentes nichos com ótimos resultados a um baixo custo. Para sua implementação, há um período de supervisão dos algoritmos — para detecção de possíveis pontos de aperfeiçoamento — e de adaptação dos procedimentos internos das empresas. Com isso, o tempo de supervisão é bastante variável, já que depende também do volume de dados trabalhados, das preferências do cliente, entre outros fatores.

O ponto mais importante para se medir a eficiência de um algoritmo diz respeito à checagem de seus resultados em relação a dados externos. Caso um sistema interprete uma informação como correta, enquanto, na verdade, ela é inconsistente, significa que o algoritmo precisa de ajustes para que suas imprecisões sejam corrigidas e ele se torne mais confiável.

Nesse contexto, para o ideal funcionamento da inteligência artificial nos softwares ERP, é imprescindível que os algoritmos sejam constantemente averiguados, sobretudo em seu período de adaptação, fator que aumenta significativamente as chances de sucesso com o emprego da IA.

Aliar conhecimento técnico a entendimento de negócios

Antes de tratarmos das principais aplicações e benefícios da IA no ERP, é importante ressaltar que a otimização dos sistemas de gestão exige não só um conhecimento técnico de como desenvolver algoritmos, trabalhar a matemática e empregar a tecnologia, como também um profundo entendimento sobre negócios.

É só a partir do momento em que são identificadas precisamente as lacunas em relação aos negócios que se pode, por meio do conhecimento técnico, trabalhar em melhorias. Dessa forma, um universo é complementar — e fundamental —  ao outro.

Aplicações da IA no ERP

Agora que já abordamos como funciona a IA no software ERP, é hora de tratarmos de algumas das principais aplicações que vêm sendo empregadas para a otimização dos softwares de gestão:

Chatbots

A primeira delas, que vem se difundindo cada vez mais, diz respeito ao uso de chatbots para a otimização do tempo e a dinamização do atendimento ao cliente. Além de possibilitar a coleta de informações que precisam ser integradas aos ERPs, esses mecanismos permitem uma rápida resposta e ajudam na filtragem de mensagens.

Assim, por meio de algoritmos de inteligência artificial, pode-se criar um sistema automatizado de atendimentos que interage prontamente com os clientes e os oriente por diferentes vias. Isso pode ser aperfeiçoado com base nos atendimentos mais comuns feitos pelas empresas, nas formas mais efetivas de interação, entre outras métricas.

Integração de sistemas

A IA, além disso, também possibilita um melhor planejamento de materiais, organização de estoques, definição de fornecedores etc — tudo isso porque ela pode trabalhar com a integração de diversos sistemas que agregam informação e, com isso, tornam os ERPs mais versáteis.

Estando aliado a fontes de dados meteorológicos e mercadológicos, por exemplo, os algoritmos de IA podem ser bastante úteis na manutenção preditiva e na defesa a possíveis instabilidades no mercado.

Setor financeiro

Um outro tipo de aplicação da IA que tem sido bastante recorrida diz respeito à organização de dados na área financeira das empresas. Como, sobretudo após a adoção do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), os setores financeiros têm uma base de dados minimamente estruturada em relação às demais áreas, eles são mais receptivos à otimização dos processos feita pelos algoritmos.

Dessa forma, a IA possibilita uma melhor organização de fluxos de caixa, investimentos, margens de lucro, precificações, entre outros fatores, automatizando muitos dos procedimentos presentes em setores como esse.

Além disso, outra demanda que surge nesse contexto é para a efetuação de conciliações bancárias, que são procedimentos que têm como objetivo conferir quem efetuou o pagamento, para quem foi depositada a quantia, se as transações foram devidamente realizadas, entre outras informações.

Sendo programada para tal, a IA realiza esses procedimentos de maneira muito mais rápida e segura.

Benefícios para a eficiência do ERP

Com as diferentes formas de aplicação e os possíveis horizontes que abre, a IA é capaz de possibilitar benefícios significativos para o aumento na eficiência do ERP. Abaixo, listamos os principais ganhos que os algoritmos provêm nesse contexto. Confira!

Substituição das atividades manuais

O benefício primário que a IA confere aos softwares ERP diz respeito à substituição das atividades repetitivas e manuais: por meio da adoção de algoritmos específicos, pode-se automatizar serviços que anteriormente vinham sendo feitos de formas manuais.

Dessa forma, além dos dados passarem a ser entregues de forma mais segura — já que não contam com possíveis falhas e imprecisões humanas —, os funcionários podem realizar outras atividades, mudança que acarreta nos benefícios apontados a seguir.

Redução do custo operacional

Como a IA automatiza processos que, anteriormente, eram desempenhados por alguns funcionários, esses profissionais passam a ficar livres para trabalhar com outras funções e cumprir tarefas às quais, sem o auxílio dos algoritmos, não conseguiam se dedicar.

Assim, de uma forma geral, a utilização da IA no ERP acarreta em uma redução do custo operacional, possibilitando que a empresa cresça sem necessariamente aumentar sua quantidade de funcionários.

Mudança do foco das atividades

Outro benefício que a IA possibilita ao software ERP diz respeito à mudança paradigmática do foco das atividades. Com a automatização de procedimentos de teor mais mecânico, digamos assim, as atividades operacionais podem passar a ser mais analíticas e criativas.

Dessa forma, com os dados compilados de forma automática, os profissionais ficam envolvidos em ações que envolvam maior subjetividade e que não podem ser desempenhadas pela IA.

Melhoria na tomada de decisões

Complementarmente ao tópico anterior, o alto volume de informações coletadas possibilita, inclusive, um melhor embasamento para gerar insights e melhorar a tomada de decisões.

Em casos em que a empresa esteja cogitando fazer alguns investimentos, por exemplo, os algoritmos podem identificar quais são as melhores vias para se investir, quais são os momentos mais propícios, entre outros dados.

Antigamente, os funcionários usavam exclusivamente suas experiências de trabalho e seus instintos para a tomada de decisão. Esses são fatores importantes, claro. Mas é possível — e extremamente vantajoso — aliá-los a dados diversos para se chegar a decisões mais precisas e evitar equívocos.

Dinamização dos processos

Por fim, um último benefício que influi muito no cotidiano das empresas diz respeito à velocidade que os processos ganham com a IA. Como há uma máquina processando os dados da organização em tempo integral, os tempos de entrega e sincronização das informações são, evidentemente, muito menores.

Esse fator acarreta, inclusive, em mudanças internas em sua empresa, já que, com as informações atualizadas de forma mais dinâmicas, os funcionários passam a estar mais alinhados com o que está sendo feito e podem se engajar mais.

Conseguiu entender melhor sobre como a IA melhora a eficiência do ERP e quais são os principais benefícios que ela traz? Entre em contato com a nossa empresa e veja como podemos ajudá-lo na automatização de seus processos!

20180312-inbound-canal-2
5-tendencias-tecnologicas-para-2018-na-area-financeira-e-contabil.jpegDiferenças entre inteligência artificial, RPA e machine learning