O impacto da IA na área financeira: quais melhorias ela proporciona?

Siga nos!

Ainda hoje, quando se fala em Inteligência Artificial, muitas pessoas associam o termo a filmes de ficção científica com personagens malignos e eventos catastróficos. Entretanto, essa tecnologia já se faz presente em diversas áreas da nossa vida e tem ajudado várias empresas e setores a se desenvolverem.

Um exemplo dessa presença no mercado é notar como ter a IA na área financeira tem ajudado a evitar erros e tornar a rotina de analistas e gestores cada vez mais prática. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

O que é a Inteligência Artificial?

Sucintamente, a Inteligência Artificial está ligada à capacidade de dispositivos pensarem de forma semelhante aos humanos. Isso inclui noções de aprendizado, raciocínio, percepção e tomada de decisões inteligentes com base em dados históricos.

Apesar de estar difundido no mercado corporativo apenas nos últimos anos, esse é um conceito existente desde a década de 1950, quando John McCarthy — pioneiro e inventor no ramo da ciência da computação dos EUA — criou o termo para descrever uma realidade em que computadores poderiam solucionar problemas antes restritos a nós, humanos.

De modo mais técnico, pode-se definir que a IA baseia-se no conceito de aprendizado de máquina, em que são utilizados algoritmos avançados para que um sistema acesse determinadas informações, analise-as e, após aprender sobre elas com seus algoritmos, possa prever cenários e disponibilizar soluções para cada um deles.

Na verdade, o funcionamento dessa tecnologia está muito além e se faz presente até mesmo em rotinas do seu dia a dia, como conferir recomendações personalizadas de notícias e resultados de pesquisa.

Para que tudo funcione de forma eficaz, a Inteligência Artificial combina, além do aprendizado de máquina (também conhecido como Machine Learning), tecnologias como o Deep Learning e Big Data. Assim, os algoritmos contam com um histórico de experiências para serem analisadas e disponibilizarem planos de contingência e alternativas para problemas.

Desse modo, equipamentos com Inteligência Artificial são capazes de aprender e se adaptar a diferentes realidades sem que seja preciso reescrever código, como ocorre com os sistemas de gestão que já conhecemos.

Como a IA na área financeira pode ser útil para a organização?

A seguir, conheça melhor as vantagens que o uso da Inteligência Artificial pode proporcionar ao setor financeiro do seu negócio:

Mais eficiência

Tecnologias de automatização de serviços são um ótimo caminho para o alcance de uma maior eficiência em diversos setores. Na área financeira, a Inteligência Artificial é de grande importância pois possibilita um melhor entendimento a respeito do cliente, como suas intenções e expectativas, por exemplo.

Assim, os gestores podem aperfeiçoar fluxos de processos e serviços de modo a atender o cliente ainda melhor e colocar a sua empresa em um cenário mais competitivo.

Produtividade

A Inteligência Artificial também é uma grande aliada na otimização dos processos na rotina de uma empresa. De acordo com uma pesquisa realizada pela Accenture sobre a Inteligência Artificial no setor econômico, a IA é o novo fator de produção, com potencial para criar novas formas de crescimento.

Ainda segundo o estudo, a expectativa é de que a produtividade da força de trabalho cresça em até 40%, além de um aumento nas taxas anuais de crescimento econômico, que conforme a publicação, seriam duplicadas até o ano de 2035.

Redução de tempo e custos

Hoje em dia, na era do Big Data e seus grandes volumes de informação, é fundamental contar com tecnologias que ofereçam velocidade a um custo acessível.

Nesse sentido, utilizar Inteligência Artificial no seu negócio é uma ótima forma de reduzir o gasto de tempo e de custos, visto que a tarefa de, por exemplo, analisar grandes quantidades de informação agora passa a ser de um sistema, tornando tudo mais econômico, já que não é necessário dedicar um colaborador — ou uma equipe — simplesmente para isso, além de tudo ser feito de forma muito mais rápida.

Diminuição de erros em processos manuais

Utilizar o poder da IA também é a forma mais eficiente de se prevenir contra erros humanos em processos manuais, como o preenchimento de notas e contagem de produtos, uma vez que tudo passa a ser automatizado. Assim, é possível contar com dados precisos e confiáveis ao realizar análises e planejamentos.

Mais segurança para os dados e a empresa

Dado o alto nível de velocidade na disponibilização das informações via tecnologias de IA, pode-se detectar pontos de inconsistência e possíveis falhas com muito mais velocidade, evitando erros e criando soluções para diversos cenários antes que eles ocorram.

Além disso, utilizar essa tecnologia também é a forma mais eficaz de detectar fraudes e evitar o roubo de dados sigilosos.

Como essa tecnologia atua na conciliação bancária?

Sabe-se que a companhia precisa controlar de forma diária todas as suas movimentações financeiras, sejam de entradas ou de saídas, informando dados como contas bancárias e valores envolvidos. Alguns exemplos são os pagamentos a fornecedores, empréstimos bancários, pagamentos de salários aos colaboradores, impostos, recebimentos de clientes, entre outros movimentos.

Também é preciso verificar se os saldos iniciais e finais do controle interno estão compatíveis com os extratos e saldos bancários, conferir se as datas de lançamentos estão de acordo com o planejamento da empresa.

Além disso, verificar possíveis inconsistências de valores ou até mesmo a ausência deles. Nesses casos, é preciso fazer pesquisas no histórico de movimentações para checar onde nasceu a divergência nos valores existentes.

Por fim, também é fundamental guardar dados de comprovantes de pagamento, boletos bancários, notas fiscais e extratos. Assim, percebe-se que, caso haja qualquer erro, o responsável pode perder um tempo considerável na busca por corrigir essas informações, o que é precioso para a companhia.

Nesse sentido, a Inteligência Artificial tem um papel de grande importância no setor financeiro e na conciliação bancária das companhias, uma vez que tarefas como o lançamento de movimentações e fechamento de contas, por exemplo, exigem um alto nível de precisão e consistência nos dados, além da segurança já citada nos tópicos acima.

Curtiu aprender mais sobre como a IA na área financeira é relevante para a otimização de processos? Não deixe de compartilhar essas informações nas redes sociais para que mais pessoas saibam das vantagens da Inteligência Artificial!

conheca-5-solucoes-cloud-com-uso-de-inteligencia-artificial.jpegcomo-ter-eficiencia-de-processos-produtivos-com-internet-of-things-e-sap-leonardo_1