Quem acompanha as notícias da área de economia já deve ter ouvido falar dos manuais técnicos Pix. O assunto foi bastante difundido nos últimos dias, tendo em vista que se trata de uma novidade muito interessante para realização de pagamentos.

A nova modalidade de pagamentos permitirá transações financeiras em seis segundos e estará disponível 24 horas por dia, sete dias por semana. Para que você entenda mais sobre o assunto e o que muda para as organizações que usam o SAP, desenvolvemos este conteúdo. Siga a leitura e confira!

Entenda o que é o Pix e como ele funciona

O Pix é uma nova modalidade de pagamentos, que foi instituída pelo Banco Central no último dia 12 de agosto. A inovação deverá funcionar em conjunto com outras já existentes no mercado, como o DOC, o TED, os boletos, os cheques etc.

A diferença é que o Pix transfere o dinheiro para a conta desejada de forma praticamente instantânea, em apenas seis segundos. Isso em qualquer dia e horário, mesmo que seja feriado ou final de semana, bem como após o término do expediente bancário.

Escotta - Consultoria, Projetos e Soluções SAP

É bem provável que você já tenha feito um pagamento na sexta-feira, por exemplo, e o seu credor teve que esperar até a segunda para o dinheiro cair na conta, não é mesmo? Com o Pix, esse tipo de situação deixa de acontecer.

Ainda não há informações sobre as tarifações que serão envolvidas com o uso do Pix, tanto para quem fornece o serviço, quanto para os usuários. Isso deve ser definido e anunciado nos próximos dias.

Sobre esse assunto, o Banco Central já se manifestou dizendo que uma série de gratuidades deverão ser oferecidas, mas ainda não está claro como isso funcionará. É bem provável que, na maioria das situações, o Pix seja mais caro do que o DOC ou TED, pelo fato de ser instantâneo. Porém, não há informações claras no que se refere a valores. Isso deverá ser anunciado mais próximo da data de lançamento da nova modalidade de pagamento.

O Banco Central também disponibilizou manuais técnicos Pix, que trazem informações sobre comunicação segura, assinatura digital, certificados digitais, segurança de QR Codes, entre outros tópicos relevantes sobre o novo sistema de pagamento.

Para que o Pix funcione, os bancos e fintechs deverão oferecer aos seus clientes, ou seja, aos usuários finais, uma conta transacional. É nela que os pagamentos instantâneos serão realizados.

Essa conta pode ser de depósito à vista, de pagamento, pré-paga ou poupança.

Escotta - Consultoria, Projetos e Soluções SAP

Veja como aderir aos manuais técnicos Pix e fazer transferências com agilidade

O Pix deverá ser disponibilizado pelos bancos e fintechs. Por isso, para usar o novo método de pagamento, você deve ser cliente de alguma dessas instituições financeiras.

A opção deverá aparecer automaticamente no aplicativo ou serviço de internet banking do banco, assim como já acontece com as outras opções de transferência de valores.

Para oferecer a modalidade Pix aos seus clientes, os bancos e fintechs devem solicitar chaves de ativação ao Banco Central. É bem provável que a maioria das instituições bancárias façam a adesão, tendo em vista que os clientes estão empolgados com a novidade.

O lançamento oficial do Pix será no dia 16 de novembro de 2020. A partir da data, os bancos já poderão disponibilizar o novo serviço para os seus clientes. Vale lembrar que o método de pagamento poderá ser usado por pessoas físicas e jurídicas.

Escotta já trabalha em adequações para uso do Pix

Se você usa sistemas SAP no setor financeiro da sua empresa, é bem provável que deverá fazer algumas adequações para implementar o uso do Pix. Ainda não está claro qual é o meio de comunicação que deverá ser utilizado para que a nova modalidade de pagamento funcione.

A Escotta já está desenvolvendo pesquisas internas e levantando dados. Assim que possível, serão oferecidas soluções para integrar os pagamentos Pix ao SAP e garantir que os nossos clientes utilizem o sistema de gestão também para essa finalidade.

Sem sombra de dúvida, o Pix é uma excelente novidade, que poderá agilizar pagamentos e garantir um melhor relacionamento com fornecedores. Também é útil para compras emergenciais, em que os valores precisam ser creditados rapidamente para dar andamento aos pedidos.

Outra solução inovadora e que envolve o setor financeiro das empresas é o Risco Sacado. Leia o artigo que fala sobre esse assunto e saiba mais!

Escotta - Consultoria, Projetos e Soluções SAP